Banner Principal

Alimento Espiritual: Artigos e Formação

:: Canais / Espiritualidade

154-ST – Que frutos do Espírito Santo você vai colher?

- Imprimir artigo

 

154-ST – Que frutos do Espírito Santo você vai colher?
Jesus Cristo pediu fruto a figueira. (Mc.11,12-13). Quem não dá fruto, Jesus corta.
O Senhor nos dá oportunidade de dar frutos nos momentos difíceis e diversificados conforme o fruto que vamos produzir. Quando o fruto é bom, sempre há alimento para Jesus: há pessoas se convertendo.
Há pessoas, terras que se convertem com sementes diferentes. Em cada lugar a terra, o clima é próprio para um tipo de frutas. Por isso, há vários tipos de frutos do Espírito Santo. “ Ao contrário, o fruto do Espírito é caridade, alegria, paz, paciência, afabilidade, bondade, fidelidade, brandura, temperança.” (Gal.5,22).
Cada pessoa é tocada por um testemunho de um fruto do Espírito Santo. Assim como há terras-corações para pomar de laranjas, em clima quente. Outras para pomar de maçãs, em clima frio. Cada tipo de terra nasce melhor um tipo de frutas.
Algumas pessoas conforme a sua história de vida são tocadas ou são sensibilizadas por um fruto, pela mansidão, outras pela paciência, outras pela temperança, etc... Não adianta eu dar testemunho de amor de outro fruto, por exemplo, de alegria ou afabilidade que ela não se converte.  Isto explica por algumas pessoas demoram mais para se converterem.
O relacionamento com Deus no primeiro mandamento geram os frutos: caridade, alegria, paz.
Nasce o Amor, a Caridade (1Cor.13,5) quando meus relacionamentos são todos ordenados em Deus:
*                      (Deus => eu) sirvo a Deus. (Lc.10,27); 
*                      (eu = eu) existo e me amo.  (Lev.19,18);
*                      (eu = outros). Amo como Jesus amou. (Jo.13,34).                            
Quando eu me equilibro entre Deus e o próximo: Deus=>eu = outro então brota a Alegria com serenidade. (1 Cor 13, 5 - Mt 5, 12).
Quando a motivação de minha vida vem só de dentro, do meu Deus! No desligamento do mundo exterior gera a Paz. (1Cor 13, 5 - Mt 5, 9) 
O relacionamento com o próximo no segundo mandamento geram os frutos: paciência, afabilidade, bondade, fidelidade, brandura, temperança.
Nas adversidades gera a Paciência. (1Cor 13, 4   Mt 5, 11). Pede a Deus paciência e Ele te dá múltiplas adversidades para gerar a paciência que você pediu.
Experimente sorrir a todos. Com pessoas estranhas treino a Afabilidade. (1Cor 13, 7)
Pede a Deus bondade e Ele te dá muitos pobres por perto para você exercitar a Bondade que você pediu. Com pessoas necessitadas brota a Bondade. (1Cor 13, 4 e Mt 5, 6)
Com as pessoas más exercito a Mansidão. (1Cor 13, 7;  Mt 5, 5). Pede a Deus Mansidão e Ele te dá bastante pessoas más para conviver com você e assim lhe dá a chance de treinar a Mansidão que você pediu.
É tão bom ser Fiel. “Serei fiel precioso Jesus, serei fiel!...” Pede a Deus a Fidelidade e Ele permite que você se submeta a algumas autoridades indecentes, hipócritas, injustas, etc... para produzir a fidelidade que você pediu. Nas adversidades com autoridades sou levada a obedecer, respeitar e vou obter Fidelidade. (1Cor 13, 7 e Mt 5, 8)
Às vezes, Deus permite que você tenha pouco, ou, às vezes,  tenha muito para lhe treinar a Temperança. Nós precisamos temperar nossos bens, coisas, para não ter apegos que impedem este fruto. Com as criaturas, as coisas, a natureza eu treino a Temperança, Modéstia, Castidade. (Mt 5, 3).
Juracy Villares.
Comunidade Missionaria Santíssima Trindade.

Juracy Villares

Copright 2002 - 2006. Comunidade Missionária Santíssima Trindade - Todos os direitos reservados