Banner Principal

Alimento Espiritual: Artigos e Formação

:: Canais / Espiritualidade

Confissão: Um encontro com Jesus Cristo ressuscitado na pessoa do sacerdote!

- Imprimir artigo

Do livro: “Vocação: uma vida encantada com Deus!” de Juracy Villares

Eu gostaria de lhe dar a oportunidade de viver “um Natal pessoal”, mesmo que, fora do tempo natalino, e convido aos leitores a se “engravidarem” espiritualmente de Jesus Cristo pela Fé, com a ajuda de Nossa Senhora, modelo de Fé, vivendo estes nove passos de preparação para a Confissão, como se fossem os nove meses de gestação e preparação para o nascimento do ser humano novo que você será após a Confissão:
1. Procure um local e um tempo para estar a sós com Deus, sem ser interrompido para se preparar para o encontro com Ele na Confissão. Coloque-se ao lado de Deus e com Ele olhe para a sua vida. Confessar é entrar no juízo de Deus, pela Bíblia, olhar-se por dentro como no espelho.
2. Reze um salmo de Confiança (Salmo 90 ou Salmo120) pedindo fé em Deus. Reze um salmo de Penitência (Salmo 50 ou Salmo 31) para pedir o dom do arrependimento de seus pecados. Renove as promessas do seu Batismo e renuncie a tudo o que não vem de Deus em sua vida, a tudo o que separa você de Deus, a tudo o que desperdiçou sua fé; renuncie ao demônio em sua vida, renuncie a todas as religiões falsas que freqüentou, renuncie à Mentira. “Vós tendes como pai o demônio e quereis fazer os desejos de vosso pai. Ele era homicida desde o principio e não permaneceu na verdade, porque a verdade não está nele. Quando diz a mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira” (João 8,44). “Jesus lhe respondeu: Eu sou o Caminho, a Verdade e a vida” (João 14,6). “Dizei somente: Sim, se é sim; não, se é não. Tudo o que passa além disto vem do Maligno” (Mateus 5,37).
3. Louve a Deus por sua vida, desde o seu nascimento até o dia de hoje, por todas as situações boas e ruins que lhe aconteceram, por tudo o que você é, por todas as graças que Deus já lhe proporcionou. “Não vos inquieteis com nada! Em todas as circunstâncias apresentai a Deus as vossas preocupações, mediante a oração, as súplicas e a ação de graças” (Filipenses 4,6). “Em todas as circunstâncias dai graças, porque esta é a vosso respeito a vontade de Deus em Jesus Cristo” (1 Tessalonicenses 5, 18). Denuncie o seu pecado da Impiedade ou falta de louvor a Deus. “A ira de Deus se manifesta do alto do céu contra toda a impiedade e perversidade dos homens, que pela injustiça aprisionam a verdade. Porquanto o que se pode conhecer de Deus eles o lêem em si mesmos, pois Deus lho revelou com evidência. Desde a criação do mundo, as perfeições invisíveis de Deus, o seu sempiterno poder e divindade, se tornam visíveis à inteligência, por suas obras; de modo que não se podem escusar. Porque, conhecendo a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças. Pelo contrário, extraviaram-se em seus vãos pensamentos, e se lhes obscureceu o coração insensato” (Rom 1, 18-21). Também é impiedade ignorar Deus e fazer sexo antes ou fora do matrimônio. “O anjo respondeu-lhe: Ouve-me e eu te mostrarei sobre quem o demônio tem poder; são os que se casam banindo Deus de seu coração e de seu pensamento, e se entregam à sua paixão como o cavalo e o burro que não têm entendimento: sobre estes o demônio tem poder” (Tobias 6, 16-17).
4. Peça ajuda ao Espírito Santo para lembrar os seus pecados, as suas injustiças, os seus julgamentos e as suas omissões. “E quando o Paráclito vier, convencerá o mundo a respeito do pecado, da justiça, e do juízo. Convencerá o mundo a respeito do pecado, que consiste em não crer em mim; ele o convencerá a respeito da justiça, porque eu vou para junto de meu Pai e vós já não me vereis; ele o convencerá a respeito do juízo, que consiste em que o príncipe deste mundo já está julgado e condenado” (João 16,8-11).
5. Perdoe todas as pessoas que lhe ofenderam, renuncie ao demônio da falta de Perdão; anote o nome de cada pessoa de quem você tem mágoa e fale para o sacerdote na Confissão. Deus ajuda a perdoar os outros para você receber o perdão Dele. “Mas, quando vos puserdes de pé para orar, perdoai, se tiverdes algum ressentimento contra alguém para que também vosso Pai do Céu vos perdoe os vossos pecados” (Marcos 11,25). “Atendei ao que ouvis: Com a medida com que medirdes, vos medirão a vós, e ainda se vos acrescentará” (Marcos 4,24). “Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai e sereis perdoados; dai e dar-se-vos-á. Colocar-vos-ão no regaço, medida boa, cheia, recalcada e transbordante, porque, com a mesma medida com que medirdes, sereis medidos vós também” (Lucas 6,37-38).
6. Faça o seu exame de consciência. Recorde, agora, os mandamentos e veja o seu passado desde que nasceu até hoje. Contra quais mandamentos você cometeu pecado? Anote e conte para o padre.
 

Mandamentos da Lei de Deus (São dez e estão no livro do Deuteronômio 5, 1-22, sendo retomados no Novo Testamento)
1º) Amar a Deus sobre todas as coisas.
2º) Não tomar seu Santo Nome em vão.
3º) Guardar Domingos e festas (Mateus 12, 8 e João 20,1).
4º) Honrar pai e mãe (Efésios 6, 2-3).
5º) Não matar (1 João 3,15).
6º) Não pecar contra a castidade.
7º) Não furtar.
8º) Não levantar falso testemunho.
9º) Não desejar a mulher do próximo.
10º) Não cobiçar as coisas alheias.
 

Mandamentos da Igreja (São cinco e estão no Catecismo da Igreja Católica, e em vários livros da Bíblia)
1º) Ouvir Missa inteira nos domingos e festas de guarda (1 Coríntios 11, 23-24).
2º) Confessar-se ao menos uma vez cada ano (Tiago 5, 15-16).
3º) Comungar ao menos pela Páscoa da Ressurreição (Lucas 22, 13-19).
4º) Jejuar e abster-se de carne quando manda a Santa Madre Igreja e fazer penitencia todas as 6ªfeiras (Lucas 21,34-36).
5º) Pagar Dízimos segundo o costume (Malaquias 3, 8-10).
 

Pecados Capitais (São sete e estão no Catecismo da Igreja Católica, e no Livro de Eclesiástico da Bíblia)
1º) Soberba (Eclo 10, 7 e 14).
2º) Avareza (Eclo 10, 9-10; Eclo 14, 3-6; Eclo 31, 1-8).
3º) Luxuria (Eclo. 23, 23-37).
4º) Ira (Eclo. 28, 1-9).
5º) Gula (Eclo. 31, 12-25).
6º) Inveja (Eclo. 14, 8-10).
7º) Preguiça (Eclo. 22, 1-2).
 

7. Coloque-se diante da Cruz de Jesus Cristo e olhe como Ele ama você... Fale para Jesus do seu futuro, como você vai mudar a sua vida, quais as suas intenções, os seus propósitos, os seus projetos de santidade após este encontro com Jesus na Confissão. ”Disse-lhe então Jesus: ‘Nem eu te condeno. Vai e não tornes a pecar’” (João 8,11).
8. Faça a reparação de seus pecados. Fale para Jesus Cristo o que você vai propor para o sacerdote, em sinal de arrependimento, para a reparação de seus erros através de gestos concretos. “Zaqueu, entretanto, de pé diante do Senhor, disse-lhe: ‘Senhor, vou dar a metade dos meus bens aos pobres e, se tiver defraudado alguém, restituirei o quádruplo! Disse-lhe Jesus: Hoje entrou a Salvação nesta casa’” (Lucas 19, 8-9a).
9. Vá procurar um sacerdote. “Confessai os vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros para serdes curados” (Tiago 5, 1). Reze para o padre, para que Deus o faça ungido nessa Confissão a fim de lhe dar Suas orientações eficazes para a sua vida. “Vendo a fé que tinham disse Jesus: ‘Meus amigos, os teus pecados te são perdoados’. Então os escribas e os fariseus começaram a pensar e a dizer consigo mesmo: ‘Quem é este homem que profere blasfêmias? Quem pode perdoar pecados senão unicamente Deus?’ Jesus, porém, penetrando nos seus pensamentos, replicou-lhes: ‘Que pensais nos vossos corações? Que é mais fácil, dizer: Perdoados te são os pecados? Ou dizer: Levanta-te e anda? Ora, para que saibais que o Filho do Homem tem na terra poder de perdoar pecados (disse ao paralítico): Eu te ordeno, levanta-te, toma o teu leito e vai para a tua casa’” (Lucas 5, 20-24). Jesus Cristo vai ouvir e falar com você através do sacerdote. Você pode chamar o padre de Jesus Cristo, naquele momento. Enquanto o sacerdote faz o sinal da cruz diante de você, absolvendo em nome da Igreja, Jesus Cristo morre na Cruz por seus pecados e só para você naquele instante.
Na Confissão, após denunciar os seus pecados, você vai rezar o ato de Contrição: Senhor, eu me arrependo sinceramente de todo mal que pratiquei e do bem que deixei de fazer. Pecando, eu vos ofendi meu Deus, sumo Bem, digno de ser amado sobre todas as coisas. Prometo firmemente, ajudado por Vossa graça, fazer penitência, não mais pecar e fugir às ocasiões de pecado. Senhor, tende piedade de mim pelos méritos da paixão de nosso Salvador, Jesus Cristo. Amém!
Nesta Confissão vai nascer a Salvação para você!
Vai nascer o Homem Novo!
Boa Confissão! Feliz Ressurreição!

Juracy Villares

Comunidade Missionária Santíssima Trindade

Copright 2002 - 2006. Comunidade Missionária Santíssima Trindade - Todos os direitos reservados